Notícias

09/07/2019
Governo de Pernambuco atrai cerca de R$ 12,5 bilhões em investimentos no primeiro semestre


IMG_0190

A captação de novos empreendimentos e a consequente geração de empregos estão no cerne da pauta de trabalho da atual gestão do Governo de Pernambuco, que vem se empenhando para garantir o crescimento sustentável da economia do Estado. Os esforços da gestão, capitaneados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sdec), se refletem nos números: no primeiro semestre, 59 empresas anunciaram a realização de novos investimentos ou a expansão de seus empreendimentos no Estado e irão promover, juntas, a geração de mais de 20 mil novos empregos. Somados, os aportes na economia chegam a R$ 12,5 bilhões.

“O resultado do PIB no primeiro trimestre, apresentado há poucos dias pela Agência Condepe/Fidem, mostra que tivemos um crescimento de 1,2%. É mais do que o dobro do crescimento do Brasil. Isso é fruto de um trabalho permanente, articulado, integrado, de todas as secretarias do Governo, na intenção de melhorarmos o ambiente de negócios, de atrair mais investimentos que possam gerar emprego e renda. No momento de uma crise tão grande como a que o país enfrenta, estamos mostrando que Pernambuco não fica parado, que estamos promovendo e ativando a economia”, comentou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

O mais novo anúncio foi a atração da Connect Cargo, primeira aérea 100% cargueira estabelecida fora do eixo Rio-São Paulo, que tem 12 anos de experiência em operações nos Estados Unidos. Com vocação natural para logística e transporte, Pernambuco foi escolhido como base de operações da 10ª companhia brasileira a integrar o setor de aviação. A expectativa é que, até 2020, sejam gerados 240 empregos diretos, além dos indiretos. A empresa também montará, até o fim deste ano, um hangar de manutenção de Boeings no Aeroporto Internacional do Recife.

Quando se fala em robustez dos investimentos, o destaque fica para a Fiat Chrysler Automobiles, que será responsável por 60% dos R$ 12,5 bi de aportes captados neste ano. A montadora anunciou, em maio, que planeja aportar, até 2023, R$ 7,5 bilhões no polo automotivo da Jeep, em Goiana, gerando 9 mil novas vagas de empregos. Pouco antes, em abril, a espanhola Solatio anunciou o investimento de R$ 3,5 bilhões na construção do maior complexo solar fotovoltaico do País. Com capacidade instalada para gerar 1.100 Megawatts (MW), o parque será construído em São José do Belmonte, no Sertão pernambuco, e deverá criar, durante as obras, cerca de mil postos de trabalho diretos.

A Rede Novo – Atacado e Varejo, nova marca dos grupos varejistas SFA e Super Cidades, ambos de Minas Gerais, também oficializou sua chegada ao território pernambucano. No total, a rede de atacarejo deve investir R$ 500 milhões, nos próximos quatro anos, na abertura de 15 a 20 lojas em todo o Estado. A previsão é que quatro delas sejam inauguradas até dezembro, nos municípios de Carpina, Vitória de Santo Antão, Santa Cruz do Capibaribe e Arcoverde. Até o fim deste ano, a Rede Novo será responsável pela geração de 1,5 mil empregos diretos e 3 mil empregos indiretos nas cidades de porte médio.

A concessão de benefícios fiscais, realizada por meio de programas estaduais como o Prodepe e o ProInd, também tem se destacado como uma importante ferramenta de atração de empresas. Somente em 2019, o Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), em duas reuniões capitaneadas pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), aprovou 40 projetos de concessão de incentivos fiscais para empresas interessadas em implantar ou ampliar suas atividades no Estado. Juntas, elas devem criar 1.060 postos de trabalho. Entre os projetos aprovados, 22 foram de indústrias, 14 de importadores e quatro de centrais de distribuição.

Com isso, o Governo do Estado conseguiu atrair R$ 162 milhões em investimentos para o setor industrial, sendo R$ 82,6 milhões para o interior e R$ 79,1 milhões para cidades da Região Metropolitana do Recife. O equilíbrio na distribuição das concessões comprova, também, o esforço do poder público em descentralizar os investimentos. No total, 18 municípios receberão os aportes, estando 11 deles localizados nas regiões do Agreste, Zona da Mata e Sertão. Já o ProInd conseguiu atrair R$ 104,7 milhões em investimentos, com expectativa de geração de 991 novos postos de trabalho.

A proposta de descentralização dos investimentos passa, também, pela BR-232, responsável por interligar as cidades da RMR aos municípios do interior pernambucano. A importância da rodovia será reforçada pela construção do Recife Outlet Premium, que vai ser construído às margens do corredor logístico, mais precisamente no trecho que corta o município de Moreno. Com inspiração nos modelos norte-americanos, o primeiro outlet de Pernambuco irá receber investimentos estimados em R$ 60 milhões, com perspectiva de geração de 2 mil novos empregos já na sua primeira fase de operação. A expectativa é de que a obra seja entregue ao público no segundo semestre de 2020.

FOCO NA CAPITAL

Considerados como segmentos estratégicos da capital pernambucana, os polos médico e de tecnologia (TIC) seguem mantendo o ritmo de atratividade e crescimento. Em abril, a Rede D’Or São Luiz, segundo maior grupo hospitalar do Brasil, oficializou a construção do hospital oncológico premium Memorial Star: um investimento de R$ 263 milhões, que deve gerar 1.086 empregos diretos, além de 1,5 mil indiretos. Junte-se a esse o anúncio recente da ampliação do Hospital Santa Joana, feito pelo Grupo UnitedHealth, que custará cerca de R$ 140 milhões e deve gerar 2 mil postos de trabalho.

O parque tecnológico pernambucano, cujo centro habita o histórico Bairro do Recife, por sua vez, deve oferecer, até o ano que vem, mais 2,5 mil novas vagas de trabalho – espera-se que 500 delas sejam abertas até dezembro. O incremento foi anunciado em maio pela Accenture, multinacional que mantém no Recife um de seus Innovation Center no Brasil, local onde já atuam 2,5 mil profissionais. A empresa, que começou a operar em 2010 no Porto Digital, vem reforçando sua aposta na capital pernambucana desde 2017, ano em que inaugurou seu Centro de Inovação na capital pernambucana.



Voltar para Notícias

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e receba nossas novidades em seu e-mail.



Facebook