Notícias

02/08/2022
119º Condic expande investimento industrial com R$ 327 milhões em projetos aprovados e 734 vagas de empregos prospectadas


Recife, 1º de agosto de 2022 – O setor industrial inicia o segundo semestre com boas movimentações. O impulsionamento é fruto dos esforços do Governo de Pernambuco por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), que segue no trabalho de atrair novos investimentos para ampliar e descentralizar a produção industrial do Estado. Novos 36 projetos foram aprovados nesta segunda-feira (1/8), durante a 119ª Reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic), realizada na sede da Adepe. As novas unidades e ampliações industriais irão gerar R$ 327 milhões em aportes e a prospecção de 734 vagas de trabalho. As empresas beneficiadas receberão incentivos fiscais por meio do Programa de Estímulo à Indústria do Estado de Pernambuco (Prodepe) e do Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (Proind).

De acordo com o diretor presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Roberto de Abreu e Lima, os projetos aprovados descentralizam e criam ainda mais oportunidades de emprego e renda em todo o estado. “Merece destaque a presença forte de grupos pernambucanos como a Distac que é do grupo Tupan, a Noronha Pescados, a Mauricéia empresas locais que estão investindo mais no estado. E a Ypê, que antes de inaugurar, já está apostando na sua ampliação. Em breve, anunciaremos novas empresas e fecharemos o ano com grandes números”, comemorou.

O principal projeto aprovado nesta reunião é o da já anunciada fábrica da Ypê (Química Amparo), fabricante de produtos de higiene e limpeza no Brasil, com obras em andamento em Itapissuma, a 35 Km do Recife. A empresa investirá R$ 134 milhões na ampliação da sua linha de produção com mais dois produtos: lã de aço e água sanitária. Só nesta linha de produção, novas 27 oportunidades serão geradas.

“Registramos o acréscimo de 70% em investimentos aprovados em relação ao apresentado na ultima reunião trimestral e 120% em aportes ampliados em relação ao mesmo período do ano passado. São novos empreendimentos chegando em cidades como Camutanga, Tacaimbó, Condado, Tabira e Nazaré da Mata. O empresariado reage com coragem em tempos de desafios econômicos”, pontuou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Júlio.

Destaque importante para a chegada de dois empreendimentos em Lagoa Grande, no Sertão de São Francisco. Serão R$ 9,8 milhões somando os investimentos das duas empresas. A Plast Pack Indústria e Comércio de Plásticos aplicará R$ 6 milhões e 30 vagas. Já a I.B.R.A.E – Indústria Brasileira de Embalagens aportará R$ 3 milhões e 24 novas oportunidades.

Já na Região Metropolitana do Recife, ênfase para ampliação com nova linha de produtos da companhia Müller de Bebidas, no Cabo de Santo Agostinho. Serão R$ 9 milhões, com a criação de seis empregos, para ampliação da linha de bebida alcoólica mista gaseificada. Já a E.F.R. Indústria e Comércio, também no Cabo de Santo Agostinho, trará a empregabilidade de 53 vagas, para atuar na implantação da indústria do setor de metal mecânica que lidará com braço metálico, poste metálico e suporte de tubo metálico.

Também na RMR, em Paulista, destaque para a implantação da Nutrimental S/A Indústria e Comércio de Alimentos, com aportes de R$ 8,5 milhões e 21 novas oportunidades para trabalhar na linha de farinha láctea e mingau.

EMPRESAS DE IMPORTAÇÃO
Outro grupo de incentivos para sete projetos de importação receberam parecer favorável. Os projetos estão localizados na RMR e no Sertão do Pajeú, em Serra Talhada. As importações anuais previstas chegam a R$ 70 milhões. Entre as empresas com projetos de importação aprovados estão a Ares Brasil Comercial; Basf S.A.; Decore Indústria de Persianas e Cortinas; Distribuidora Adauto Carvalho em Serra Talhada e no Cabo de Santo Agostinho; Medevice do Brasil Comercial; Parts Import com de Importação e Exportação.

CENTRAIS DE DISTRIBUIÇÃO
As seis Centrais de Distribuição incentivadas neste Condic estão espalhadas na RMR e no Sertão de São Francisco, em Petrolina. As aprovações irão gerar R$ 55 milhões entre compras e transferências anuais previstas. São elas: Comercial Cirúrgica Rioclarense ltda; Fattu do Brasil Comércio de Materiais de Comunicacao Visual; JS Distribuidora de Peças S/A; Saint-Gobain do Brasil Produtos Industriais e para Construção ltda.; Sidrasul Sistemas Hidráulicos ltda. e Terzian Ltda.

DESTAQUES DA 119ª REUNIÃO DO CONDIC
• 36 projetos: sendo 25 indústrias, sete importadoras e seis central de distribuição;
• Total de investimentos (indústrias): R$ 327.706.863,84 milhões;
• Total de empregos: 734, sendo 528 na RMR e 206 no interior;
. Total de municípios: 16
• 8 municípios contemplados na RMR: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Goiana, Moreno, Itapissuma, Paulista, Olinda e Cabo de Santo Agostinho.
• 8 municípios contemplados no interior: Lagoa Grande, Tabira, Camutanga, Nazaré da Mata, Petrolina, Pombos, Tacaimbó, Condado.

TRÊS MAIORES EMPREGADORES:

  1. E.F.R. INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. – Implantação no Cabo de Santo Agostinho – 53 empregos;
  2. QUÍMICA AMPARO LTDA.– Itapissuma – 37 empregos;
  3. PLAST PACK INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PLÁSTICOS LTDA. – Implantação em Lagoa Grande – 30 empregos. TRÊS MAIORES INVESTIDORES:
  4. Quimica Amparo (Ypê) – Itapissuma – R$ 134.00.000,00;
  5. MAURICEA ALIMENTOS DO NORDESTE LTDA – Nazaré da Mata – R$ 22.555.790,00
  6. COMPANHIA MÜLLER DE BEBIDAS – Ampliação no Cabo de Santo Agostinho – R$ 9.700.000,00


Voltar para Notícias

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e receba nossas novidades em seu e-mail.

Facebook